Moda Casa: Um inverno de contrastes

TendenciaAlberto Codonho, diretor criativo da Trussardi, dá uma ideia do que será moda na próxima estação

No passado, quando se falava em tendência, o mercado era taxativo: neste ano vai se usar laranja, no outro turquesa… Agora não é mais assim. Primeiro se faz uma análise de comportamento para ver que tipos de produtos estão mais de acordo com o estilo de vida do consumidor naquele momento. No vestuário, existem os conceitos fast fashion, a moda para ser consumida rapidamente, e estilo, produtos de mais qualidade e uso em longo prazo. No segmento de cama, mesa e banho, normalmente não se fala em fast fashion, não é uma moda que se descarta tão rápido.

Comportamento
Em matéria de comportamento, um tema forte é o cool, um conceito mais despojado. Outro tema muito em voga, que vai continuar também no inverno, é o estilo vintage. É trazer para o presente o que foi bom no passado, mas com um toque de modernidade, conjugado com uma linguagem mais atual. Isso se dá nos detalhes, na escolha dos materiais, das estampas. Um desenho geométrico, por exemplo, será mais para o art deco, que não é tão exato. Tem movimento, mistura linhas retas com curvas, tons vivos mesclados com tons neutros. Outro tópico em evidência é a natureza, de onde resgatamos as peles – só que sintéticas –, que trazem conforto e sensação de aquecimento. Não apenas do tipo animal print – um grande hit é a pele de urso, principalmente nos tons branco e off-white.

Cores
O mercado hoje se abriu para o colorido, que antes era considerado mais popular. Mesmo no tema cool, pode-se usar mais toques de cor. Agora o multicolorido está mais forte: laranja, pink, verde com azul. As tendências para o inverno são cores misturadas com tons neutros, onde se destacam o cinza, o taupe e um pouco de preto, para dar uma aquecida, assim como branco e off-white. Mas atenção: a ideia realmente são os tons neutros, o colorido fica por conta dos detalhes. Os azuis, que vão desde o turquesado até o marinho, devem continuar, principalmente o marinho, que fica muito bem conjugado com cores claras no verão e tons mais densos no inverno. Nas roupas de cama, o destaque é o branco sozinho mesmo ou com o off-white e outras cores.

Materiais
No tocante a materiais, a principal característica do próximo inverno são as peles sintéticas. Volta também a lã, lãs especiais do tipo cachemira e merino. E ainda, considerando o bolso das pessoas, o acrílico. Os cobertores e as mantas retornaram com tudo, mas com novas características: em microfibra, que dá uma leveza maior e tem um tato maravilhoso, e até com produtos mais nobres, como a seda. Como o homem entrou nesse mercado, virou tendência também a alfaiataria inspirada no vestuário masculino, como risca de giz e príncipe de Gales. A tecnologia atual está ajudando muito no desenvolvimento de novos materiais, e com grande praticidade na hora de usar.

Coordenação
Um detalhe importante é a coordenação. Mas não aquela do passado, tudo certinho. Hoje se permite misturar moderno com vintage, por exemplo, sempre na mesma gama de cores, assim como usar peças de coleções anteriores com coleções atuais. Pode-se ainda misturar estampado com bordado, e até texturas diferentes. O contemporâneo é brincar com as peças, chegando numa personalidade mais próxima do consumidor.

Revista Têxtil House nº 4, publicação da Grafite Feiras produzida pela ML Jornalismo

Deixe um comentário

Arquivado em Têxtil House

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s