Conhecer São Paulo de metrô (matéria da Revista Têxtil House)

Dicas da cidade

Turismetrô: uma forma prática e informativa de conhecer uma das maiores metrópoles do mundo

Uma opção para quem dispõe de pouco tempo e muita curiosidade em conhecer os principais pontos turísticos de São Paulo é o Turismetrô. São cinco roteiros diferentes, que duram em média três horas. O passeio começa sempre na estação da Sé e inclui guias bilíngues que contam a história da cidade. Conheça alguns dos principais pontos e escolha seu roteiro:

 

REPÚBLICA (sábados, às 9h)
Praça da República: data do séculoXIX e hoje abriga a famosa Feira de Artes
Bar Brahma: desde 1948 na esquina mais famosa de São Paulo: Ipiranga com São João.
Galeria Olido: centro cultural, tem um cinema com as características da década de 1950.
Igreja Nossa Senhora dos Homens Pretos: consagrada em 1906, foi construída por trabalhadores negros.
Correios: considerado cartão postal da cidade desde sua inauguração, em 1922.
Theatro Municipal: prédio centenário, inspirado na Ópera de Paris, que reúne belas obras de arte.
Edifício Itália: inaugurado em 1965, abriga o restaurante Terraço Itália, de onde é possível ter uma vista em 360 graus da cidade.

(sábados, às 14h)

Largo de São Bento: abriga o Mosteiro de São Bento, que conta com mais de 400 anos de história.
Rua 15 de Novembro, Rua do Comércio e Largo do Café: antigas ruas de São Paulo com edifícios históricos.
Centro Cultural Banco do Brasil: construído em 1901, hoje é um importante centro cultural.
Pateo do Collegio: local onde foi realizada a primeira missa da cidade. Lá fica a Capela do Beato Padre Anchieta, onde está a cripta de José de Anchieta.
Solar da Marquesa: foi residência da Marquesa de Santos entre 1834 e 1867.
Praça da Sé: abriga a Catedral da Sé, um dos cinco maiores templos neogóticos do mundo.

LUZ (sábados, às 14h)
Parque da Luz: jardim botânico criado no período colonial, abriga cerca de 50 esculturas de artistas como Lasar
Segall e Leon Ferrari.
Pinacoteca do Estado: museu de arte mais antigo da cidade, com um acervo de nove mil obras.
Museu de Arte Sacra: construído nos anos 1700, expõe, entre preciosidades da arte sacra, um acervo de presépios.

AVENIDA PAULISTA (domingos, às 9h)
Mansão Franco de Mello: construída em 1905, é o último exemplar ainda em pé da primeira fase residencial da
avenida, entre 1891 e 1937.
Parque Trianon: floresta remanescente da mata atlântica.
Masp: museu com um dos mais importantes acervos da América Latina.
Prédio da Gazeta: 68.000 m² que abrigam as rádios, TV, teatro e jornais da Gazeta, além da Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero.
Instituto Pasteur: desde 1903 funciona como instituição de pesquisas científicas de saúde pública.
Casa das Rosas: centro cultural dedicado à poesia, o casarão foi residência de uma das filhas de Ramos de Azevedo.

LIBERDADE (domingos, às 14h)
Templo Sukyo Mahikari: são realizadas as cerimônias de imposição das mãos, para purificação espiritual.
Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil: maior museu sobre a imigração japonesa, possui um acervo de mais de 97.000 itens.
Rua Galvão Bueno; Rua Tomás Gonzaga e Rua Américo de Campos: muitas lojas e restaurantes orientais.
Praça da Liberdade: local da tradicional Feira da Liberdade, onde são servidos diversos pratos típicos japoneses.
Rua dos Aflitos: beco que dava acesso ao Cemitério dos Aflitos e onde está até hoje a Capela Nossa Sra. Dos Aflitos, construída em 1774.

Revista Têxtil House nº 4, publicação da Grafite Feiras produzida pela ML Jornalismo

Deixe um comentário

Arquivado em Têxtil House, Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s