O leitor indica: comentários de Heloisa Prieto


Um conto português sobre uma princesa travessa que não queria aprender a ler teve influência decisiva na vida de Heloisa Prieto: estimulou seu gosto pela leitura, ainda pequena, atraindo-a definitivamente para o universo literário. “A partir daí, ler passou a ser tão interessante quanto as brincadeiras que eu adorava, virou sinônimo de aventura”, conta a escritora. “Ganhei logo depois O sítio do picapau amarelo, do Monteiro Lobato, que também guardo até hoje. Como diria minha avó, ler livros me ajudou a ler a vida. São os livros que me conduzem a pessoas e lugares. Costumo brincar que sou uma boa filha de Hermes, deus grego das palavras e das estradas”.

Do prazer pela leitura à escrita foi um caminho natural e bem-sucedido. Atualmente, essa doutora em literatura francesa, mestra em comunicação e semiótica, tradutora e escritora, tem 58 livros publicados, entre os quaisDivinas aventuras e Divinas desventurasLenora, a série Mano, em co-autoria com Gilberto DimensteinO super-herói e a fraldaA dona da bola e a dona da históriaA princesa que não queria aprender a ler e, o mais recente, Cidade dos deitados, de terror, que ganhou o Prêmio Jabuti 2009 na categoria Juvenil. No prelo, estão o oitavo volume da série Mano, uma homenagem ao filme As melhores coisas do mundo, de Laís Bodanzky, que se inspirou no personagem Mano, e Memórias de um corsário, além de outros projetos.

Como leitora voraz, que devora diversas obras ao mesmo tempo, a lista de livros marcantes de Heloisa Prieto é longa. Para a Revista Platero, ela destaca alguns dos que está lendo no momento – e “adorando!”:

Viagem a IxtlanCarlos Castaneda. Castaneda tem uma obra vasta, de altíssimo nível, superdensa e maravilhosa, inclusive do ponto de vista literário. Na história do Ixtlan, ele decide fazer uma tese sobre os índios yaki e encontra Don Juan, um mestre no conhecimento das ervas medicinais. O livro registra os diálogos entre os dois, que são belíssimos.

Livro das mil e uma noites, tradução de Mamede Mustafá Jarouche. É o livro da minha vida, já li várias versões. Esta tradução é muito minuciosa, tem detalhes que não vi nas outras e que fazem a diferença na maneira de compreender uma história.

Atrás das linhas inimigas de meu amorLeonard Cohen. Um dos grandes ícones da literatura de vanguarda, Cohen tem uma poesia sombria e, ao mesmo tempo, lírica e irônica. Já conhecia seu lado musical e me encantei também com seu lado poético.

O fazedorJorge Luis Borges. O Borges é sempre maravilhoso, é essencial, estou relendo todas as suas obras. Este livro fala sobre memórias, misturando lembranças pessoais e literárias. O autor inventa histórias no meio, atribuindo-as a outras pessoas, mas na verdade são dele. Gostei especialmente porque mescla os dois lados de Borges: o lírico e o prosador.

Assunto encerradoÍtalo Calvino. São ensaios sobre literatura com uma profunda visão de mundo. Falam sobre a natureza e a história do romance, sobre objetividade, narradores primordiais, filosofia e literatura, ciência e literatura. É inclusive um convite para ler os livros mencionados, pois Calvino não apenas cita cada um, como resume, contando uma parte da narrativa e despertando a curiosidade.

A caixa de PandoraDora e Erwin Panofsky. Fala do percurso desse mito através dos séculos, de como ele foi sendo re-significado, de como cada tempo, cada época e cada lugar se apropriaram dele. Particularmente, foi um mito da minha infância; li quando era pequena e desenvolvi um carinho especial por Pandora.

 

Matéria da Revista Platero http://www.revistaplatero.com.br/n2/leitor_indica.htm 

A Revista Platero é  produzida pela ML Jornalismo para a Livraria Martins Fontes

Deixe um comentário

Arquivado em Revista Platero

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s